Quando se fala em energia alternativa, o primeiro a vir a cabeça, é o painel solar fotovoltaico. Porém a sua maior deficiência é nos dias nublados onde não alcança a sua potência máxima.

E por isso, os chineses estão em busca de um painel a base de grafeno para captar energia das gotículas de chuva. Uma equipe de cientistas da cidade de Quingdao, desenvolveu um painel que, além de resolver esse problema, otimiza o efeito, uma vez que é capaz de gerar energia a partir de gotas de chuva.

Trata-se de uma camada única constituída de átomos de carbono com um número de propriedades como alta condutividade térmica e elétrica. O grafeno tem sido alvo de pesquisas desde 2004, as quais apontam que ao entrar em contato com a chuva, através de uma reação química, o material separa os sais contidos na água que são transformados em íons positivos e negativos, gerando a energia. Além disso, o grafeno também pode ser aproveitado em diversas tecnologias, e por isso tem sido alvo de investimento de empresas como Nokia e Samsung. Apesar de ser uma tecnologia esperançosa para a geração de energia alternativa, os testes preliminares apontam uma taxa de conversão de energia de aproximadamente 7% e, embora seja um início promissor segundo a mídia especializada, ainda é um percentual demasiado inferior à conversão energética que os painéis solares de alta qualidade conseguem gerar.

Fonte